Skip to main content

Viajar para o Japão pode (talvez) ficar mais barato!

Update em 25-Maio-2020: veja os comentários no final do post!

Acredito que o mundo pós pandemia será diferente para muitas pessoas, no âmbito pessoal, já que muitos de nós estamos aprendendo e fazendo coisas novas ou estamos reavaliando os nossos conceitos.

O mundo das viagens e a indústria do turismo também será diferente. O setor foi afetado profundamente e diversas empresas estão fazendo o possível para manter o seu funcionamento e muitas outras já estão entrando com pedidos de recuperação judicial ou falência. Acredito que a recuperação será lenta e isso terá o benefício de boas ofertas e preços atraentes no final de 2020 e ainda para 2021.

É óbvio que com as pessoas viajando menos, o número de turistas no mundo todo caiu drasticamente. Os últimos relatórios do governo japonês mostra quem Abril de 2020 o número de turistas caiu 99,9% em relação ao mesmo período no ano passado. E isso em um mês amplamente popular no país por conta das temporada de cerejeiras (ou Sakuras).

Como parte do programa econômico para ajudar a economia a se recuperar, o governo em japonês planeja dedicar cerca de U$12 bilhões ao setor do turismo.

As medidas devem começar em Julho, assim que o estado de emergência for encerrado e as restrições de entrada ao país começarem a serem removidas. Detalhes ainda precisam ser anunciados, mas a promessa do governo é pagar até metade dos custos de sua viagem, caso você inclua o Japão nas suas próximas férias.

E antes que alguém pense que isso é uma medida somente por conta da pandemia, isso na verdade é algo comum no país. Antes do adiamento dos jogos olímpicos, a JAL (Japan Airlines) iria distribuir 100.000 passagens domésticas para quem estivesse visitando o país nesse verão e é comum encontrar ofertas de passes de trem ou hotéis específicas para estrangeiros.


Minha Opinião

O Japão é repleto de cidades e locais famosos entre os turistas e outros não tão famosos assim, mas opções não faltam. Não importa se seu objetivo é visitar apenas Tokyo, Osaka e Kyoto (as mais famosas!) ou se pretende ir a Nikko, subir o Fuji ou visitar Sapporo, existem opções para todos os gostos e bolsos.

Fazer isso tudo e ainda pagar apenas metade? Parece um ótimo negócio espero que as regras do governo sejam boas para o maior número possível de pessoas.

Se vale a pena visitar o Japão? Com certeza digo será uma experiência diferente de muita coisa que já tenha visto e super interessante. A hora de juntar milhas, pensar nos destinos e ter em mente o plano é agora, quando a oportunidade aparecer provavelmente o tempo para aproveitar será curto.

25 de Maio de 2020

Uma pesquisa do Roberto Maxwell, mostrou que o projeto original do governo, na verdade, está aparente mais focado em incentivos aos estabelecimentos locais e que pode haver uma redução na viagem para o Japão, mas ainda é muito cedo para saber. Vejam:

Pouco (ou nada) desse valor irá chegar diretamente às mãos dos turistas. No caso da campanha direcionada às viagens, por exemplo, serão as agências que darão os descontos na venda das hospedagens, pacotes e outros serviços. O projeto prevê até ¥20 mil (cerca de R$1030) de desconto por diária para cada viajante. Já na campanha voltada aos restaurantes, uma das ideias é montar um site em que cada pessoa cadastrada ganhe um cupom de desconto de até ¥1 mil, cerca de R$ 51. Outras ideias incluem subsidiar descontos para quem paga em dinheiro eletrônico, programas de pontos, etc. Porém, nenhuma das ideias citadas nesta parte do projeto é voltada especificamente aos turistas estrangeiros.


Bernardo

Colecione momentos, não coisas, afinal viajar não é luxo, é necessidade.